Top Ad unit 728 × 90

Veja também

random

Hoje na História de Michael Jackson - 16 de janeiro

1984 - Michael Jackson se consagrou como o primeiro artista na história do ‘American Music Awards’ a ganhar um total de oito prêmios.


Com apenas 25 anos, Michael também era o mais novo ganhador do Prêmio especial de Mérito por suas realizações na carreira em vida. O prêmio foi entregue a Michael por Diana Ross e pelo vencedor do ano anterior, Kenny Rogers. Barry Manilow também participou do tributo, cantando Ben e um medley do Jackson 5.

Michael recebeu um recorde de dez indicações para o American Music Awards. Thriller foi nomeado o Melhor Álbum Pop e Melhor Álbum Soul, Billie Jean foi nomeado o Melhor Single Pop e Melhor Single Soul. Beat It e Billie Jean ambas foram nomeadas Melhor Vídeo Pop e Melhor Vídeo Soul. E, finalmente, Michael foi nomeado para Melhor Vocalista Pop Masculino e Melhor Vocalista Masculino Soul.

1975 - O quarto álbum solo de Michael Jackson, "Forever, Michael", foi lançado pela Motown, como parte de um acordo de rescisão de contrato em 1975. O Jackson 5, estava deixando a gravadora e assinaria com a Epic para conquistar o direito de compor e produzir as próprias canções. Devido às circunstâncias do momento, o álbum deixou de ser prensado em uma dezena de países e sofreu os efeitos de uma publicidade pouca e deficiente.


Em 1974, o Jackson 5 havia retornado ao topo das paradas com os sucessos "Get It Together" e "Dancing Machine", parcialmente devido à insistência do pai e empresário do grupo, Joe Jackson, para que a Motown incorporasse o funk ao som dos irmãos. A fórmula, apesar de bem-sucedida, não foi adotada em Forever, Michael, um álbum produzido essencialmente pelos irmãos Edward e Brian Holland, responsáveis por canções das Supremes ("Stop! In the Name of Love") e Four Tops ("I Can't Help Myself").

Nos Estados Unidos, duas das dez faixas do álbum foram lançadas como compacto: "We're Almost There" e "Just A Little Bit Of You". No Reino Unido, como na maioria dos países Europeus, nenhuma das canções de Forever, Michael chegou às lojas. O terceiro compacto americano, "One Day In Your Life", terminou cancelado. No Brasil, a faixa foi lançada às rádios e acabou como um dos maiores sucessos da carreira de Michael, depois de entrar para a trilha-sonora da novela Cuca Legal, da Rede Globo.

Com o sucesso internacional do álbum Off the Wall pela Epic em 1980, a Motown deu nova chance à música em 1981, levando às lojas um compacto de "One Day In Your Life" seis anos depois do lançamento original. A canção se tornou o primeiro compacto do astro a chegar ao topo das listas no Reino Unido e conquistou a posição máxima também na África do Sul, Bélgica, Irlanda e Holanda. O sucesso levou ao subsequente lançamento de "We're Almost There" em vários países Europeus.

1989 - Michael Jackson faz concerto no Memorial Sports Arena em Los Angeles, EUA.

1993 - Michael assiste ao NAACP Image Awards, com Katherine, em Pasadena, Califórnia. Michael Jackson recebe o 'Prêmio Destaque de Vídeo Musical'  com a canção de consciência social Black Or White.


Todos ficaram de pé para aplaudi-lo e pendem para que ele cante ao que ele fala:  "Eu não estava preparado para cantar", protestou, até Patti Laell começar a sua melodia. E, claro, ele tinha que cantar. Patti Labelle canta "Will You Be There", e Michael se junta a eles no último verso.

Discurso de Michael ao aceitar o prêmio:

"Primeiro eu gostaria de dizer 'obrigado' a minha mãe. Obrigado por me dar seu amor -. Eu realmente quero dizer isso. Há duas coisas que o NAACP representa, que são as coisas mais importantes na minha vida: a liberdade e a igualdade. Em cada pessoa, há uma música secreta em seus corações. Ela diz: 'Eu sou livre ", ela canta:" Eu sou único!'. Este é o sentimento natural de cada criança. Ser livre como o vento, ser um como qualquer outra criança. Todos os problemas do mundo são causados ​​pelo esquecimento deste sentimento. E executo isso, a minha conexão com as pessoas é apenas para me lembrar de: ser livre e ser único. 
Neste sentido NAACP fez um bom trabalho. Profundamente eu sinto que eu faço. Eu aceito este prêmio em nome da cura do mundo. Quando todos os nossos irmãos e irmãs serão como livres e iguais como nós somos hoje. Amo vocês muito e estou muito honrado, e obrigado por este prêmio. Muito obrigado." 

Ao receber o prêmio de Melhor Vídeo Musical para Black or White ele declarou:
"Eu realmente não esperava ganhar esse prêmio. Eu amo muito todos vocês. Muito obrigado à NAACP e a todos vocês, vocês são pessoas adoráveis​​, doces e amorosos. Obrigado."

2001 - Elizabeth Taylor se reuniu com Larry King para uma entrevista exclusiva. Ela falou sobre sua extraordinária vida e carreira. Larry perguntou a Elizabeth sobre sua amizade com Michael. Abaixo está parte da transcrição tirada desta entrevista como relatado no site da CNN. A entrevista:

Larry: A amizade com Michael Jackson.
Elizabeth: Sim?
Larry: O quê? E como isso começou? Bem, quero dizer, você parecem estar em planos diferentes
Elizabeth: Não! Por que você diz isso?
Larry: Vocês parecem estar em planos diferentes. Ele é muito tímido...
Elizabeth: Não. Nós éramos duas estrelas mirins.
Larry: Ok.
Elizabeth: Nós não tivemos infância, nenhum de nós. Fomos educados por tutores. Não tínhamos crianças de nossa idade para brincar ou se relacionar. Estávamos trabalhando o tempo todo. Ele estava no palco; Eu estava no...
Larry: A tela.
Elizabeth: ...o palco sonoro. Nós iríamos para casa. Eu, no meu caso, eu decorava meus textos, fazia meu dever de casa, levantava cedo de manhã. Eu ia para o campo de polo, onde eles tinham 40 saltos montados e, para extravasar um pouco como uma menina, eu dava 40 saltos antes de eu ir para o trabalho.
Larry: E ele tinha o mesmo tipo de vida, em certo sentido. Ele tinha que se levantar e pegar o ônibus para onde quer que eles fossem para o próximo concerto ou...
Elizabeth: Sim, e praticava a dança.
Larry: Mas nós não conhecemos... nós conhecemos você. Olhe para você. Nós não conhecemos Michael, não é?
Elizabeth: Não.
Larry: O que não sabemos sobre ele e deveríamos saber?
Elizabeth: Ele é tão sensível. Ele é tão compassivo. Ele dói, literalmente, ele sofre as dores pelo sofrimento de outras pessoas. Se há - por exemplo - a fome de crianças neste país, na Índia, na África...
Larry: Ele sente isso. Não é apenas um...
Elizabeth: Ele estende a mão. Eu estive no Oriente com ele. E ele diz: "Desça a janela! Desça a janela!" Ele estende as mãos e toca o rosto de um bebê.
Oh, coisa linda, e ele só quer dar a esse bebê tudo, sua vida. Ele lhe daria todo seu dinheiro se pudesse, e o carro continua em movimento. E ele retoma, ''Oh, olhe para aquele bebê!''


2009 - Michael Jackson é imortalizado em um nova estátua de cera no Museu de Cera Madame Tussaud em Nova York.


Fontes: Cartas para Michael // Forever Michael Jackson // MJ Beats // Wikipedia // MJJTime
Hoje na História de Michael Jackson - 16 de janeiro Reviewed by MJFans BR on 9:00 AM Rating: 5

Nenhum comentário:

All Rights Reserved by MJFans BR - Michael Jackson Fans © 2014 - 2015
Powered By Blogger, Designed by infi Themes

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.